Nav icon
Vingadores
Cult +

Vingadores: Como o Marvel Studios Mudou o Cinema?

Postado por Alisson Prando / 24 April, 2019

Com seus 21 filmes, o universo de super-heróis da Marvel Studios tornaram-se a franquia mais rentável do cinema mundial.

Prepare a pipoca que o Universo Cinematográfico Marvel atingirá seu apogeu com a estreia de seu novo longa “Vingadores: Ultimato” trazendo uma história grandiosa que começou com Homem de Ferro 11 anos e 21 filmes anteriores. Naquela época, os filmes da Marvel Studios arrecadaram em bilheteria mais de US$ 13 bilhões em todo o mundo. Mas, além disso, eles mudaram fundamentalmente o modo como Hollywood faz filmes com Vingadores, assim como a forma como os jornalistas cobrem e o público os consome, tanto para melhor, quanto para pior.

UNIVERSOS COMPARTILHADOS

Vingadores

Heróis unidos no primeiro filme de “Os Vingadores”, de 2012

Os grandes estúdios já contaram uma única história sobre vários filmes antes, com os principais exemplos de “Harry Potter”“Star Wars” e “O Senhor dos Anéis”. Mas ninguém fez isso com o mesmo tamanho e escala que o Marvel Studios. O chefe de equipe, Kevin Feige, teve o insight de apresentar vários super-heróis – começando com o personagem menos conhecido Homem de Ferro – em características autônomas construindo o filme “Os Vingadores”.

Ele também teve a bravura e a visão de contar a longa história sobre todos os super-heróis que fazem parte do time dos Vingadores através de 21 filmes ao todo, que tem sucesso estrondoso nas bilheterias ao redor do mundo.

Agora todo mundo quer um “Universo Compartilhado”. O Godzilla “Monsterverse” tem sido um sucesso, assim como o Cloverfield “Cloververse”, enquanto a saga de Harry Potter continua forte, graças a “Animais Fantásticos e Onde Habitam”. E esses novos prelúdios e seqüências de “Star Wars” estão gerando bilhões de dólares. Mas construir esse tipo de franquia multifacetada é mais difícil do que parece.

Vingadores

Capitão América, o primeiro dos Vingadores

O universo da DC Comics tentou sua chance, com “Batman vs Superman” e “Mulher-Maravilha” – tentaram ainda fazer  o blockbuster “Liga da Justiça”, de forma aleatória. A Universal, agora Disney, usou “A Múmia” para lançar seu “Dark Universe”, e prontamente a colocou em segundo plano quando o filme fracassou. Não podemos deixar de citar também os recentes esforços de “Os Caça-Fantasmas” e da “Torre Negra”.

Embora tenha parecido fácil o feito da Marvel com seu universo compartilhado, montar a saga dos Vingadores na última década, as evidências sugerem que foi bem mais complexo do que parece.

EASTER EGGS

Easter Eggs também não são uma invenção do universo Marvel. Cineastas colocaram referências em seus filmes por décadas. De Pac-Man aparecendo em “Tron” e “Indiana Jones” visitando o Clube Obi-Wan até um crânio alienígena que aparece na sala de troféus do “Predador”: é o máximo para os fãs, e um deleite para aqueles que prestam muita atenção.

Vingadores

Antes de falecer aos 95 anos, 0 co-criador dos heróis da Marvel, Stan Lee, fez inúmeras aparições nos filmes do estúdio

Embora, mais uma vez, ninguém tivesse feito isso na escala da Marvel. No primeiro filme do “Homem de Ferro”, o toque de Tony Stark é a música tema do desenho animado de 1966: você pode vislumbrar o escudo do Capitão América em seu banco de trabalho, e Stan Lee, criador do Universo Marvel, aparece como um personagem disfarçado em todos os filmes do estúdio, como o famoso fundador da Playboy Hugh Hefner ou um anônimo motorista de ônibus escolar.

Esses “Easter Eggs” se tornaram populares entre os fãs, e assim o número deles aumentou com cada filme. Os filmes da Marvel estão repletos de charadas que aparecem entre uma piscadela e outra para o público. Alguns deles são piadas descartáveis, enquanto outros fornecem pistas para o futuro dos filmes.

Isso significa que os cineastas podem se divertir com os fãs após o lançamento, como quando James Gunn apostou 100 mil dólares no fato de que existia um Easter Egg dos “Guardiões da Galáxia” ainda não foi encontrado. E também significa que a maioria dos blockbusters agora está repleta deles, o que, por sua vez, preenche a Internet com artigos “Todos Easter Eggs que encontramos em…” por semanas após o lançamento de um filme.

VILÕES NÃO TÃO BONS ASSIM…

Vingadores

Irmão de Thor, Loki foi um vilão que se transformou em personagem carismático na saga de filmes da Marvel

Embora os filmes da Marvel tenham heróis icônicos até agora, eles falharam consistentemente quando se trata de seus vilões. Abominação (“O Incrível Hulk”), Caveira Vermelha (“Capitão América: O Primeiro Vingador”) e Ultron (“Vingadores: Era de Ultron”) não corresponderam às expectativas. Obadiah Stane (“Homem de Ferro”), Darren Cross (“Homem-Formiga”) e Kaecillius (“Doctor Strange”) foram bastante esquecíveis. E Whiplash (“Homem de Ferro 2”), Malekith (“Thor: O Mundo das Trevas”) e Ronan, o Acusador (“Guardiões da Galáxia”), eram francamente terríveis.

Apenas Loki conseguiu transcender os filmes, com Tom Hiddleston a encarar o God of Mischief como a melhor coisa em muitos dos filmes da Marvel até agora. Embora seja um personagem memorável, ele está longe de ser um vilão memorável, sendo consistentemente agradável e, às vezes, heróico.

O que acaba, por muitas vezes, sendo frustrante, porque antes do Universo Cinematográfico da Marvel, o antagonista era tão importante quanto o protagonista nos filmes de super-heróis e, muitas vezes, o material dos pesadelos de fãs e espectadores. Superman tinha o Lex Luthor de Gene Hackman e o General Zod de Terence Stamp. Batman lutou com Jack Nicholson e Heath Ledger como o Coringa. E os X-Men frequentemente batiam de igual para igual com o magnífico Magneto de Ian McKellen.

Vingadores

Thanos é o vilão mais ambicioso do universo compartilhado da Marvel

Agora, no entanto, o vilão parece ser um mero adereço dos filmes. Os novos filmes da DC Comics começaram de maneira aceitável com o Zod de Michael Shannon. Mas então nós temos o absurdo CG de Doomsday, Ares e Steppenwolf. Os X-Men seguiram o exemplo, com Apocalypse, um dos piores que a série produziu. Enquanto Quarteto Fantástico, Deadpool e Logan não conseguiram gerar vilões memoráveis nos últimos anos.

Então, esperamos que o Thanos – o grande mal que o Marvel Studios está construindo – compense essas falhas, e que outros filmes de super-heróis sigam o exemplo.

PERSONAGENS EM TRÂNSITO

Houve um tempo em que super-heróis como Superman e Batman foram introduzidos através de seus próprios filmes autônomos. Na verdade, o MCU começou assim, com Homem de Ferro, Thor e Capitão América estrelando seus próprios filmes.

Vingadores

A Viúva Negra apareceu em vários filmes dos heróis Marvel, antes de ganhar seu primeiro longa-metragem

Mas como esses filmes se transformaram em sucessos de bilheteria monstruosos, a Marvel percebeu que eles poderiam lançar outros personagens. O estúdio, portanto, começou a dar spin-off de super-heróis em outros lugares antes de lançar veículos solo. A Viúva Negra – que apareceu pela primeira vez em “Homem de Ferro 2” – será em breve protagonista do seu próprio filme. Nós só conhecemos tanto Pantera Negra e uma nova interação do Homem-Aranha no “Capitão América: Guerra Civil” antes de seus filmes independentes.

Outros estúdios estão adotando essa abordagem, com a Mulher-Maravilha, que apareceu em “Batman vs Superman” antes de ter seu próprio filme sozinha, e Aquaman, Cyborg e Flash fazendo o mesmo através de algumas imagens granuladas em “Liga da Justiça”. E é uma tática que parece destinada a continuar, permitindo que os estúdios familiarizem o público com novos personagens em golpes infalíveis antes de apostar seus longas sozinhos.

CENAS PÓS-CRÉDITOS

Vingadores

Cena pós-créditos dos Vingadores após a grande batalha de Nova York

Finalmente, temos outra tendência não inventada pela Marvel, mas popularizada por ela. De tal forma que agora se tornaram a norma da indústria; ou seja, cenas pós-créditos. Tradicionalmente, essas cenas – que funcionam durante ou após os créditos finais – foram usadas para concluir os procedimentos com uma mordaça, enviando o público para casa com um sorriso no rosto.

Nos anos 80, filmes como “Ferris Bueller’s Day Off”, “Adventures in Babysitting”, “I´m Git You Sucka” e “The Muppet Movie” incluíam cenas pós-créditos para efeitos cómicos. Eles recompensaram aqueles que ficaram com os créditos com uma risada.

Mas um filme fez diferente. O jovem Sherlock Holmes concluiu com uma sequência de crédito final que revelou que o vilão do filme não era outro senão o supervilão Moriarty. Foi um momento de cair o queixo, que infelizmente não desencadeou uma série de seqüencias. Os filmes de “Piratas do Caribe” seguiram esse exemplo, provocando seu público com cenas pós-créditos. Mas foi a Marvel quem subiu para o próximo nível.

Vingadores

O grande vilão Thanos do MCU apareceu primeiro em uma cena pós-créditos

O estúdio agora usa cenas de pós-crédito para criar personagens e histórias. Nick Fury introduziu a “Iniciativa Vingadores” no final de Homem de Ferro, o martelo de Thor foi descoberto após o “Homem de Ferro 2” e Thanos vestiu a “Manopla do Infinito” e prometeu rastrear as Pedras Infinitas remanescentes no final de “Vingadores: Era de Ultron”.

A Marvel também reservou suas cenas pós-créditos para algumas gargalhadas. Dos Vingadores comendo shawarma e o bebê Groot dançando e jogando video-game. De fato, tal é a sua prevalência que os “Guardiões da Galáxia Vol. 2” apresentaram nada menos que cinco cenas pós-créditos.

Tal como acontece com qualquer tendência, elas se transformaram em convenções, com franquias de sucesso rivais seguindo o mesmo exemplo. Previsivelmente, os filmes “X-Men” e DC Comics agora apresentam cenas regulares de pós-crédito. Assim como os filmes “Transformers”, “Velozes e Furiosos” e praticamente todas as séries que procuram estabelecer as bases para o próximo filme.

Isso significa que se tornou padrão no setor adicionar cenas aos créditos já longos de um filme. E costume que o público sentasse através deles por um longo período de tempo. Que em última análise, pode ser o presente mais cruel que os filmes da Marvel nos concederam.

VINGADORES: ULTIMATO

VingadoresHeróis sobreviventes de Guerra Infinita se reunem mais uma vez para enfrentar Thanos

No próximo dia 25 de abril, a Marvel estreia o filme “Vingadores: Ultimato”, sequencia do filme apocaliptico de “Guerra Infinita“, onde o vilão Thanos causou uma imensa destruição. Com a ajuda dos heróis sobreviventes, os Vingadores devem se reunir mais uma vez para desfazer as ações de Thanos e restaurar a ordem do universo de uma vez por todas, não importa quais serão as consequências que os aguardam. Esse será um dos maiores longas da série, com mais de 3 horas de duração.

Para comemorar a estreia do filme, o complexo Cinesystem promove um concurso onde os fãs poderão se vestir de personagens do Universo Cinematográfico da Marvel: o melhor personagem ganha 6 meses de cinema grátis. O Concurso de Cosplay acontecerá no dia 27 de Abril (Sábado) com início às 16h e término às 17h30 no Cinesystem. As inscrições devem ser feitas no local. Para maiores informações consulte o site. Quem vamos?!

Fotos: ®Reprodução | Marvel Studios

O que você achou?