Nav icon
What-Else-Mag-Style-Icon-Jaden-Smith-Cover
Fashion

Conheça Jaden Smith, o garoto prodígio da moda unissex

Postado por Thássio Marcelo Aragão / 8 September, 2016

Ele usa o que quer e quando quer, sempre inovando em suas produções. Com grandes doses de ousadia e ironia, Smith sintetiza a nova moda jovem não-binária e, apesar das críticas conservadoras, está pronto para começar uma revolução e ser o rosto do novo glamour masculino, mais exótico, diverso, consciente e inevitável nos dias de hoje.

Jaden Smith começou sua carreira artística em 2006, protagonizando o filme “À Procura da Felicidade” ao lado de seu pai Will Smith. Apesar do carisma e desenvoltura no longa, o reconhecido mundial só veio em 2010, quando participou do remake de “The Karate Kid”, e colaborou com Justin Bieber na música tema do filme “Never Say Never”.

Com apenas 12 anos, o jovem garoto já mostrava talento para as artes e disposição para seguir o mesmo caminho que seu pai. Na época, seu estilo ainda era limitado, dentro de uma zona de conforto onde predominava o combinado preto com branco e a silhueta esportiva das roupas masculinas. O crescimento de Jayden foi acompanhado pelos olhos do público, assim como a evolução do seu estilo, que no início tinha uma pegada “rapper” com as tradicionais peças largas, sem um caimento adequado, calças de nylon coloridas, bonés de aba reta e sneakers de cano alto. Tudo dentro do padrão “normativo” da moda jovem contemporânea.

Atualmente, Jaden Smith é um novo homem, se apresentando para o mundo com novas idéias, valores e objetivos quando se trata de moda e suas regras. Nos últimos anos, Jaden canalizou a rebeldia adolescente na vontade de explorar sua imagem pela arte e pela moda, com produções que confrontam a sociedade. Durante uma entrevista para a revista GQ Style UK, Jayden declarou que seu objetivo é começar uma revolução espiritual que aflora nas suas escolhas e atitudes. E quanto mais ele conseguir chamar atenção das pessoas, mais fácil será começar essa revolução. Aliás, nada melhor do que se fazer ouvir pela linguagem corporal imposta pela moda.

Para o jovem visionário Smith, a roupa não deve definir nosso gênero. Ela consiste apenas em um produto fabricado e deveria ser fluida, oferecendo liberdade de escolha e expressão para quem a veste. Esse é o manifesto que redefiniu o novo guarda-roupa de Jaden Smith, agora com saias, vestidos, túnicas, muitas peças de sobreposição, aliadas ao streetwear esportivo e monocromático herdado da sua infância. Com tantas mudanças e discursos polêmicos para alguém tão jovem, Jaden hoje é porta-voz da sua geração, ganhando espaço e notoriedade na mídia e nas campanhas publicitárias da moda.

Em 2016, passou a estrelar a campanha feminina de verão 2016 da marca francesa Louis Vuitton, onde surgiu vestindo saia ao lado das modelos femininas. Com sua imagem circulando todo o mundo, Jaden se tornou um ícone de estilo, desconstruindo padrões e enfrentando muitas polêmicas (inclusive sobre sexualidade) com sua maneira de relacionar produto, gênero e moda.

Para Jaden, não existe roupas para um gênero específico. Ele apenas quer explorar a moda com liberdade e sem julgamentos, conceitos que guiam o seu estilo e da sua geração de millenials. Pode parecer até rebelde ou debochado, mas tudo o que Jaden demonstra querer é se divertir, não levar tudo tão a sério e prospectar um futuro onde a nossa moda poderá ser democrática. Atitudes e idéias de um verdadeiro ícone de estilo.

O que você achou?