Nav icon
Vini Uehara
Fashion

The Weirdo Inside: Vini Uehara em terreno inexplorado

Postado por Thássio Marcelo Aragão / 20 August, 2017

Em novo momento da carreira, o blogger e sensação da internet trilha caminhos que nunca percorreu antes. Fotografado por Felipe Rufino, com edição de moda de Thássio Aragão, o músico mostra que a versatilidade em assumir novos papeis está no sangue.

Vinicius Uehara, ou simplesmente Vini Uehara, cresceu nos bastidores do teatro por influência dos seus pais, cercado por figurinos, maquiagens e alegorias que interviram na sua entrada no famigerado mundo da moda. Desde pequeno, já desenhava, costurava e customizava suas próprias roupas, demonstrando uma paixão forte por este universo criativo sem saber ao certo o que ele realmente era. Autodidata e camaleão por vocação, conversamos com o modelo-blogger-estilista-fotógrafo-cantor-trendsetter-ufa sobre vida, carreira, projetos e claro, sucesso. Portanto, se acomode bem e desfrute desta imersão na moda e no lifestyle masculino sob o olhar livre e corajoso de quem cruza todas as fronteiras.

“Minha adolescência foi bem punk, literalmente, sex, drugs and rock n’ roll, e o que meio que me fez voltar a vida foi a paixão por desenhar. Estava mega inspirado no final do colegial, então entrei na faculdade de moda em 2009, onde já no primeiro semestre me inscrevi e entrei no primeiro doc reality show de moda do Brasil, Temporada de Moda da revista Capricho, exibido no canal Boomerang. Dalí, fiz muitos contatos, trabalhei como produtor, stylist, paralelamente estudando, postando no meu blog e modelando.” – Vini Uehara

Vini Uehara

jaqueta ELLUS, tela VITORINO CAMPOS, camisa e calça JOÃO PIMENTA, botas DR. MARTENS, mochila JANSPORT

Sem ter um estilo definido, Vini Uehara se considera um cara eclético que não vive sem jaquetas, seja qual for o shape. Integrante de um seleto grupo de influenciadores digitais, que vale a pena acompanhar, sua versatilidade de encarar os ditames da moda desperta o interesse do público, que floresceu, simultaneamente, tanto na internet como na televisão. Aliás, foi durante o popular reality televisivo Temporada de Moda Capricho, exibido no canal Boomerang, que sua carreira na moda disparou e gerou frutos na web como o projeto Le Jeans, uma espécie de laboratório criativo jovem onde todos colaboravam com o seu melhor.

“O Le Jeans foi um projeto que criei com amigos que fiz no programa, viveu por dois anos entre viagens, parcerias com marcas incríveis, coberturas com portais grandes do Brasil e aprendemos muito. Fazíamos o casting, produção, styling, fotografia, maquiagem e direção de editoriais de moda duas vezes por mês.” – Vini Uehara

Vini Uehara

agasalho ADIDAS ORIGINALS, colete ZARA, macacão JOÃO PIMENTA, sandálias CROCS

Já bem afiado, com uma graduação nas costas e passagem em diferentes áreas de atuação na moda, Vini deu novos passos e ensaiou lançar uma marca de moda chamada Haas Young Wear. Projeto este que assumiu dimensões complexas para o momento.

“A Haas foi outro projeto que criei com outros amigos, infelizmente a marca não teve muito tempo de vida (risos). Manter uma marca hoje em dia exige muito, mas muito esforço diário. Foi um sonho que não consegui completar ainda, mas no futuro pretendo abrir minha própria marca masculina.” – Vini Uehara

Como tudo vem ao seu tempo, a vida se mostrou uma verdadeira escola fashionista que proporciona infinitos capítulos diferentes para nosso camaleão, seja trabalhando como modelo, fotógrafo, produtor de moda, figurinista, stylist ou estilista. Praticamente tudo o que se pode fazer quando se pensa em moda.

“Eu sempre digo que fiz duas faculdades, a normal que você vai para aula todos os dias e a que você cria e pratica na vida. Então namorei cada um dos ramos para saber mesmo o que amo fazer. Hoje em dia estou curtindo muito maquiagem, arriscar em fazer a minha própria em algumas fotos.” – Vini Uehara

Vini Uehara

gorro NEW ERA, macacão JOÃO PIMENTA

Apesar de toda bagagem que carrega ao longo desses anos como insider da moda nacional, Vini não é acumulador de peças no armário. Em tempos de tanta conscientização sobre o desperdício de roupas, valorização do slow fashion e recycling em detrimento do tão popular e criticado fast fashion, fica até feio se declarar uma pessoa consumista. Quando confrontado sobre o tema, Vini assume uma postura parcial, se considerando mais compulsivo que excessivo nas compras.

“Eu ganho muitas peças, então, teoricamente eu não necessito comprar muitas coisas. Porém, na maioria das vezes que eu faço compras, compro coisas que não preciso e em grande quantidade (risos).” – Vini Uehara

E é na Adidas que ele encontra seu porto seguro, amando desde as pessoas que a marca está engajando, até as ações que ela anda repercutindo no Brasil. Faz sentido uma gigante do streetwear estar no radar de um dos pioneiros do street style por aqui. Apesar do rótulo digital influencer servir bem em Vini, sua postura é de um artista que usa a internet como ferramenta para se expressar.

“Atualmente eu namoro a moda, invisto na minha carreira musical, e vou expressando minha criatividade nas minhas redes.” – Vini Uehara

Vini Uehara

capa de chuva COTTON PROJECT

Sua presença digital cresce exponencialmente e, curiosamente, com velocidade no exterior. Apesar dos projetos bem sucedidos em vários países, o Brasil ainda enfrenta barreiras em assimilar o trabalho de vanguarda que muitos criativos, como Vini, desempenham em prol de uma cultura de moda mais arrochada. Um problema na escala social que encaixota as oportunidades e leva os melhores expoentes nacionais desta arte a mergulharem em outros mares.

“Nós, formadores de opinião, temos que mostrar para o país como o homem pode usufruir do mundo da moda sem preconceitos em relação a sexualidade.” – Vini Uehara

Hoje, Vini Uehara é notoriamente uma celebridade digital de visibilidade internacional. Com uma conta de audiência maciça na maior rede social de referência em moda, Lookbook.nu, seu nome chegou nos cantos mais remotos do planeta e é ovacionado por uma legião de fãs jovens e calorosos que acompanham a evolução do seu estilo pela internet.

“É muito delicado e ao mesmo tempo encorajador trabalhar com o público teen, porque eles são muito dedicados e fiéis. Tive várias experiências legais com fãs, meet and greets que pude interagir com eles, por exemplo.” – Vini Uehara

Vini Uehara

casaco TRENDT, blazer ZARA, calça OSKLEN, óculos LOBO

Tanta repercussão lhe rendeu a capa de um livro de ficção na Turquia. A oportunidade veio de forma aleatória, caindo de paraquedas em seus braços. Sobre este novo episódio em sua vida, Vini explica:

“A escritora do livro, que quando lançou pela primeira vez na internet tinha 17 anos, pegou uma foto minha do meu blog para representar o personagem principal. O livro foi publicado, um sucesso equivalente ao crepúsculo, porém na Turquia. Virou best seller, com a minha foto, agora autorizada na capa, e agora é um filme de grande sucesso nos cinemas.” – Vini Uehara

Paralelo ao pequeno-grande-suado mundo da moda, o futuro de Vini também cruzou com a música. Vindo de uma família de músicos atuantes por muitos anos, desde adolescente costuma escrever e gravar músicas para si. Mas o seu lançamento oficial nesta competitiva carreira de cantor veio depois de certa maturidade.

“Com 24 anos, decidi começar a juntar todas essas canções e gravar um EP. Atualmente conto com músicas no Spotify e alguns vídeos no Youtube, um deles estava concorrendo a melhor clipe nacional de 2017 pelo Music Vídeo Festival.” – Vini Uehara

Vini Uehara

camisa jeans JOÃO PIMENTA

Moda e música caminham juntas em sua vida, compartilhando sua dedicação em nível profissional e estrutura como artista. Em “Persona”, seu mais novo EP, Vini escreveu e produziu 10 músicas inéditas, que juntas contam sua história de vida. O projeto já rendeu bons singles e clipes na cena pop eletrônica independente. Atualmente, Vini está criando novas músicas, tanto em inglês, como em português, que devem sair ainda em 2017. A inspiração é eclética, com origem em bandas e artistas que a geração millennial certamente já consideram vintage.

“Sou muito influenciado pela década de 80, por mais que eu tenha nascido nos anos 90. Como Tears For Fears, The Smiths, Erasure, Simple Minds, Pixies, Depeche Mode, Joy Division, The Clash, etc.” – Vini Uehara

Vini Uehara

tricô oversize OSKLEN

Sem uma futura tour musical programada pelo Brasil, por enquanto, Vini Uehara sonha que em breve possa expressar a música, moda e toda arte que existe dentro de si com o grande público. Assim esperamos e torcemos pelo seu sucesso!

Você pode ouvir Vini Uehara no Spotify e segui-lo em suas redes sociais como Lookbook.nuFacebook, Instagram e Twitter.

Créditos

entrevista e matéria THÁSSIO ARAGÃO
foto e tratamento de imagem FELIPE RUFINO
produção de moda, styling e direção criativa THÁSSIO ARAGÃO
beleza DANIELA XAVIER com produtos L’ORÉAL PROFESSIONNEL e MAC COSMETICS
agradecimento | modelo VINICIUS UEHARA

Capa

chapéu BANANA REPUBLIC, regata VITORINO CAMPOS, jaqueta GAP, luva e fita ACERVO

O que você achou?