Nav icon
surf no brasil
Cult +

Festivalma 2019 Expõe Pranchas e Conta a História do Surf no Brasil

Postado por Thássio Marcelo Aragão / 24 January, 2019

O evento conta os 80 anos da história do esporte no país através da evolução das pranchas na Avenida Paulista, com shows gratuitos, cinemas e arte.

Os primeiros registros do surf em águas brasileiras são de 1938 e nesses 80 anos de história, o esporte e as pranchas se profissionalizaram no país – que se tornou o “Brasil do Surf”, tema da 13ª edição do Festivalma 2019. A praia dos paulistanos, Av. Paulista, recebe o maior festival de cultura surf no brasil, que ocupa a sede do Centro Cultural FIESP entre os dias 25 de janeiro e 3 de fevereiro com arte, música, cinema e uma programação completa para quem é aficionado por surf e também para quem deseja conhecer melhor o esporte.

surf no brasil

O evento reune o trabalho de 20 fotógrafos de diferentes gerações

O público poderá acompanhar a tradicional Mostra Internacional de Arte e Cultura do Surf, o Festival Almasurf de Cinema e dois dias de shows musicais, com apresentações da Nomade Orquestra, Black Alien, Bixiga 70 e Cynthia Luz– tudo gratuitamente.

“Celebrar o surf brasileiro, esta a razão do tema, O Brasil do Surf. Temos dois campeões mundiais e estamos prestes a sermos bicampeões. Nosso mercado é hoje o maior mercado do mundo e nossa cultura influencia todo planeta”, explica Romeu Andreatta, idealizador do evento.

surf no brasil

Fabio Gouveia e Gabriel Medina, dois grandes nomes do surf do Brasil

Apesar de ser conhecida como um polo econômico, São Paulo é a cidade sem praia com o maior número de surfistas do planeta e para contagiar os pedestres da principal avenida da cidade, a fachada do Centro Cultural FIESP receberá intervenções que simulam ondas, feitas pelo Studio Curva, durante todo o festival.

PROGRAMAÇÃO FESTIVALMA 2019 – Surf no Brasil

Dentre as principais atrações, está a Mostra Internacional de Arte e Cultura Surf, que ocupa diferentes espaços da área térrea do prédio da Fiesp com 50 obras e fotografias de diversos artistas e inicia o flerte da arte contemporânea com instalações de artistas consagrados expressando nossa cultura de vida.

surf no brasil

Diferentes modelos de pranchas contam a evolução do surf nos últimos 80 anos

E para mergulhar de cabeça na história do surf no brasil, o Festivalma realiza uma exposição com um acervo de mais de 10 anos de pranchas da coleção da AlmaSurf. São mais de 100 pranchas de surf de diversos períodos que estão expostas para ajudar a contar um pouco desse esporte que influencia 30 milhões de pessoas de norte a sul do país e movimenta um mercado de aproximadamente R$ 10 bilhões. Além disso, para se aprofundar no assunto, o Festivalma 2019 disponibiliza a maior biblioteca do surf do país, com 750 livros sobre surf para consulta pública dentro do Espaço de Exposições.

surf no brasil

Maior biblioteca do surf do país

Novidade na programação, o Festival Almasurf de Cinema foi idealizado para prestigiar o audiovisual produzidos pelos diretores, cinegrafistas e editores brasileiros que retrata esse estilo de vida nos últimos anos. Ao todo são dez vídeos para serem exibidos na entrada do Centro Cultural Fiesp, em frente à bilheteria do teatro. As sessões serão apresentadas entre os dias 25 de janeiro e 3 de fevereiro, às 16h e às 19h.

surf no brasil

Nomade Orquestra se apresenta no Festivalma 2019

A decisão será realizada com o apoio do documentarista Rosaldo Cavalcanti e um grupo de jurados escolhidos pelo festival. O público também poderá escolher o seu preferido através de uma plataforma de votação online e todos os trabalhos selecionados receberão uma premiação de R$ 500, exceto o primeiro colocado que levará para casa R$ 2500.

O evento ainda conta com dois dias de shows musicais, com apresentações da Nomade Orquestra, Black Alien, Bixiga 70 e Cynthia Luz. Todas as atrações são gratuitas e livres para todas as idades.

XIII Festivalma – O Brasil do Surf
Quando: de 25 de janeiro a 3 de fevereiro de 2019
Onde: Centro Cultural Fiesp (Av. Paulista, 1313, São Paulo)
Entrada gratuita em todos os eventos
Mais informações aqui

Fotos: Divulgação

O que você achou?