Nav icon
Cult +

Quando a Delicadeza é Revolucionária: Com amor, Simon

Postado por Alisson Prando / 20 March, 2018

Nova produção cinematográfica da Fox, reúne Nick Robinson, Katherine Langford e Jennifer Garner em comédia romântica LGBT.

‘Com amor, Simon’ é a mais nova comédia romântica da Fox. A primeira vista, o filme pode parecer mais um blockbuster do estúdio que quer angariar cifras milionárias, mas ele é muito mais do que isso: dirigido e produzido por Greg Berlanti (‘Riverlade’, ‘The Flash’) o ponto revolucionário de ‘Com amor, Simon’ para a sétima arte é que ao invés de colocar o personagem gay Simon como “melhor amigo” de uma garota, com aquele velho estereótipo de menino fashionista que dá dicas de moda para a personagem principal, o filme coloca Simon, estudante secundarista, como personagem central da trama.

Com Amor Simon

Baseado no livro ‘Simon and the Homo Sapiens Agenda’, o longa-metragem perpassa a vida de Simon, que tem 17 anos, e está prestes a contar para seus amigos e família seu maior segredo.

“Eu sou igualzinho a você”, ele repete algumas vezes na introdução do filme enquanto ele aparece com seus amigos na escola. “Exceto pelo fato de que eu tenho um segredo enorme”. A trama fica mais envolvente a partir do momento em que um buller do colégio descobre o segredo de Simon e passa a ameaçá-lo – uma situação bastante comum na vida de qualquer pessoa LGBT.

Com Amor Simon

Além de sua orientação sexual, Simon, interpretado por Nick Robinson, experiencia a maioria das angustias que passamos pela fase da adolescência: as piadas e o bullying, a preocupação com a universidade, as festas e popularidade, e também solidão. Assim como ‘As Vantagens de Ser Invisível’, ‘Com amor, Simon’, é um filme honesto, engraçado e que tenta ser o mais fiel possível a esse período da vida.

Com Amor Simon

É verdade que a vida de Simon pode, por vezes, parecer ideal: talvez seja uma escolha consciente do diretor colocar em cena os cafés da manhã de sua família em sua cozinha de comercial de televisão, mas a angústia mora justamente nos detalhes, como quando o pai de Simon comenta sobre que um personagem de ‘The Bachelor’ é “muito afetado”.

O filme faz um trabalho gracioso ao ilustrar a turbulência interior de Simon: seu medo não é de exatamente ser gay, mas de sua vida mudando drasticamente quando ele se auto-declara gay – enquanto mantém seu ar espirituoso, engraçado e humano.

Com Amor Simon

‘Com amor, Simon’ não vem sendo publicizado para adultos LGBT – é verdade – mas é uma aposta segura dizer que muitos adultos virão o filme nos cinemas, justamente porque o filme traz uma experiência que lhes foram negadas quando eles eram crianças e adolescentes: a representatividade na telona.

What-Else-Mag-Cultura-Cinema-Filme-LGBT-Com-Amor-Simon-06

Apesar de ter como centro a vida de Simon, o longa não é necessariamente apenas sobre a sua homossexualidade, porque ele passa também pelas tão necessárias experiências da juventude, como os flertes, o primeiro beijo, e as descobertas enquanto pessoas. Feito sob medida para ser um clássico teen, ‘Com amor, Simon’ garante diversão na certa e vários suspiros de sua plateia durante várias partes do filme.

Com Amor Simon

“Meu pai viu o filme comigo. No dia seguinte, estávamos dirigindo ele começou a fazer perguntas sobre ser gay no ensino médio. Ele nunca me perguntou nada sobre isso, e eu tenho 45 anos! Por um lado, eu estava muito feliz por essas perguntas, mas na maior parte do tempo era algo como: Você sabe… Passamos 45 anos sem falar sobre isso, então não acho que precisamos falar sobre isso agora” – diz o diretor, Greg Berlanti

É justamente aí que mora o grande triunfo de ‘Com amor, Simon’: é que ele é leve e potente o suficiente para atingir não só o público LGBT, mas também o público heterossexual. ‘Com amor, Simon’ estreia mundialmente no dia 22 de março de 2018.

Fotos: ®Reprodução

O que você achou?