Nav icon
xadrez
Manual

O ABCD do Xadrez: veja os tipos e histórias por trás da padronagem

Postado por Rodolfo Vieira / 13 June, 2018

Algumas estampas são tão frequentes no nosso cotidiano que nem paramos para pensar em como elas foram criadas ou no porquê de serem tão famosas. Então, que tal entender um pouco da história do xadrez e conhecer quais os tipos existentes deste ícone da moda?

A poucos dias do inverno, que se inicia no final desse mês e segue até setembro, peças coringas como casacos, camisas e sobretudos deixam o guarda-roupa para compor de forma impecável os looks de street style e das passarelas da estação em diversos shapes e padronagens. Uma delas é o xadrez!

xadrez

Modelos vestem looks com vários tipos de xadrezes no backstage do desfile da Versace Outono/Inverno 2018

Um clássico atemporal porém ideal aos dias mais frios e comumente associado ao inverno, em razão do híbrido entre o mood sóbrio e elegante – como bem adiantou o estilista João Pimenta em seu desfile no São Paulo Fashion Week N45 com o mix’n’match de diferentes tipos de xadrezes, presentes em calças, moletons e macacões.

xadrez

Desfile João Pimenta Outono/Inverno no São Paulo Fashion Week N45 em 2018

Para acompanhar as tendências da estação e explicar um pouco mais da história e das características de cada tipo da padronagem, elencamos uma lista com oito variedades de xadrezes para você conhecer, usar e abusar nesse inverno:

1. PRÍNCIPE DE GALES

xadrez

Desfile Dior Homme Outono/Inverno 2015 | Street Style

Quadrados formados pelo conjunto de linhas que se cruzam. Assim descreve-se o xadrez Príncipe de Gales, responsável pela composição de muitos dos looks ao longo das últimas – e, certamente, das próximas – semanas de moda masculina, como a Pitti Uomo, na Itália, tendo em vista seu apego à tradicionalidade, porém versátil o suficiente para ser usado em um estilo mais casual e esportivo.

A nomenclatura foi escolhida como homenagem ao Príncipe Edward VII, mais conhecido como Duque de Windsor, que muito se valia de sua inata elegância e da tradição de sua família para compor muitas de suas escolhas no vestuário. Tipicamente confeccionada em lã, mas possível de ser encontrada, sobretudo, em malha de algodão e lona, a padronagem por muito tempo foi usada exclusivamente no universo masculino – atualmente, a versão encontra-se em alta em qualquer guarda-roupa moderno.

xadrez

Street Style durante a feira internacional de moda masculina Pitti Uomo

Originada na Escócia e disseminada na Inglaterra pelo então Príncipe de Gales, vale relembrar que a padronagem recebe versões diferentes dependendo de onde está, como, por exemplo, na França e em Portugal, conhecida como Prince de Galle; Glen Check, na Inglaterra; ou Esterhazy, na Áustria.

2. TARTÃ

xadrez

Desfile Outono/Inverno Versace 2018 | Street Style

Com forte apelo tradicional, o Tartã é de certo o xadrez mais comum (e popularizado) da lista e é facilmente reconhecido pelo padrão quadriculado de estampas, acompanhado por diversas cores e linhas variadas com quadrados maiores e menores. A cartela vasta de tons existente nessa versão muito tem a ver com a simbologia emblemática ligada aos clãs escoceses em uma época onde a Escócia era dividida por clãs, sendo cada grupo reconhecido por meio de sua indumentária – aqui recorda-se as famosas saias kilt.

xadrez

A kilt é uma peça do tipo saia na altura do joelho, com pregas nas costas, originada no traje tradicional de homens escoceses

Conhecido como “tecido de lã leve”, a padronagem pode ser encontrada em lã ou algodão e antes de receber a fama como tartã o tecido era anteriormente conhecido como Kilt pelos escoceses nos tempos áureos do país europeu. Ao longo do tempo, a padronagem tornou-se ainda mais renomada, por exemplo, pelo registro feito por empresas como a da britânica Burberry.

3. VICHY

xadrez

Desfile Prada Outono/Inverno 2013 | Street Style

Renomado na história da moda por ter sido a padronagem escolhida por Brigitte Bardott em seu casamento nos anos 50 com o ator Jacques Charrier, o xadrez Vichy recebe esse nome não pelo aspecto “toalha de mesa”, mas pela homenagem à cidade francesa de Vichy, famosa por produzir uma série de tecidos com tal padronagem.

Os pequenos quadriculados coloridos e miúdos ganham vida pela combinação entre a cor branca e uma segunda cor, que varia muitas vezes entre azul, vermelho e preto.

4. MADRAS

xadrez

Desfile Brooks Brothers Outono/Inverno 2018 | Street Style

Originado na cidade de Madras (hoje chamada de Chennai), na Índia, a padronagem recebeu intensa confecção de suas primeiras versões na cidade indiana, repleta de cores e desenhos, assim como denota-se das principais características do país asiático.

Encontrado, geralmente, em camisas com mood esportivo masculinas, a padronagem recebe ares coloridos com suas linhas horizontais e verticais presentes em tecidos mais leves, alguns com inspiração no trabalho de patchwork.

5. PIED-DE-COQ E PIED-DE-POULE

xadrez

Desfile Balmain Outono/Inverno 2017 | Street Style

Ambas as padronagens se assemelham pelo contraste ao xadrez usual, mas com divergências notáveis. Pied-de-coq (pé-de-galo, no português) não apresenta quadrados como de costume na padronagem, mas formatos diferentes que se encaixam e lembram justamente a pegada do galo, assim como em Pied-de-poule (termo francês para “galinha”), que diferencia-se pelo tamanho menor do formato utilizado – de acordo com o animal em questão.

6. BUFFALO CHECK

xadrez

Desfile Ami Outono/Inverno 2017 | Street Style

Bastante conhecida no universo masculino, sobretudo no Brasil, em razão do padrão xadrez tido como “lenhador”, a padronagem de origem escocesa é formada pela combinação de dois fios de cores distintas, usualmente incorporadas às cores preto e vermelho. Assemelha-se bastante com o Vichy, no entanto, a padronagem ganha vida por meio de quadrados maiores e costuma ser vista no street style em épocas mais frias. Buffalo já marcou peças-hit em desfiles masculinos, por exemplo, da Valentino e Alexander Wang.

7. ARGYLE

xadrez

Desfile Alexander McQueen Outono/Inverno 2018 | Street Style

A geometria aqui ganha destaque por meio de losangos, responsáveis por dominar peças casuais e esportivas – como suéteres, camisas e cardigãs – que encontram na figura geométrica o elemento essencial para a combinação de listras acompanhadas de cores contrastantes, baseados no xadrez. Argyle faz parte também da lista de padronagens originárias da Escócia, especificamente da região de Argyll, no oeste da Escócia.

8. BURBERRY

xadrez

Desfile Burberry x Gosha Rubchinskiy Outono/Inverno 2018 | Street Style

Provavelmente é o tipo de xadrez mais famoso do mundo, sendo um derivado do Tartã presente cultura do Reino Unido por representar clãs escoceses. A padronagem em bege, branco, preto e vermelho foi criada e patenteada pela Burberry em 1924, passando a ser utilizada, principalmente, no forro dos famosos casacos da marca, como o trench coat. Com o tempo, a estampa virou identidade da grife e ganhou espaço em diversos produtos como cachecóis, guarda-chuvas, sungas, bonés, cintos, gravatas, bolsas e outros acessórios.

Fotos: ®Reprodução

O que você achou?